06/07/2013


Resenha: A Maldição de Long Lankin

1
Olá pessoal, como estão??
Hoje mais um fim de semana começando, e esse para quem  mora no estado de São Paulo é prolongado o/,  que tal uma resenha fresquinha para vocês?? Então é isso hoje tem resenha do livro A Maldição de Long Lankin...
Vamos conferir...


A Maldição de Long Lankin

Edição: 1
Editora: Bertrand Brasil
ISBN: 9788528616354
Ano: 2013
Páginas: 448
Skoob: 4/5  Clique Aqui




Não sei se vocês sabem mas eu amo livros de terror e suspense, quando vi esse livro pela primeira vez dentro de uma livraria fiquei super curiosa para ler, não tive coragem de comprar, pois ele é um pouco caro, então nada melhor do que ter uma amiga para emprestar!!!
Quando peguei para ler, já tinham me falado que ele dava muito medo e que provavelmente eu ira gostar, mas livros para fazer eu ter muito medo, tem que ser  O livro de terror.
Tudo começa quando Cora e sua irmã mais nova Mimi são levadas para morar com sua tia-avó a Sra Ida Eastfield, pois seu pai não tem condições de cuidar delas, já que sua mãe esta muito mal, elas vão para o vilarejo de Bryers Guerdon.
Logo na chega Cora já percebe que lá não é o melhor lugar para se morar, sua tia-avó Ida não deixa elas abrirem as janelas da casa e nem as portas, a casa inteira era o puro pó, pois não tinha como circular ar já que tudo era fechado.
Nessa parte do livro quando Cora começa a descrever o tanto de pó que tem na casa, simplesmente comecei a espirrar, isso mesmo, estava tão ligada no livro que achei que também tinha todo esse pó ao meu redor.
Mimi uma garotinha de quatro anos que vive grudada em sua irmã mais velha Cora, onde uma vai a outra está junto, as duas conhecem um garoto que mora na redondeza , o nome dela é Roger, ele quer saber como é morar na velha casa de Bryers Guerdon, já que sua fama é de ser mal assombrada, junto com seu irmão Peter eles começam uma amizade com as duas irmãs.
Todos sabem que não deveriam ir até a Igreja daquele lugar, mas nunca ficaram sabendo o porque disso, nunca ninguém falou para as crianças o motivo, então o passa tempo deles é ir até a Igreja ver o que tem lá. Tia Ida avisou as duas meninas para nunca irem até lá, mas Roger e seu irmão Peter acabam convencendo elas de dar uma olhada nessa tal Igreja.
O livro é muito bom, me prendeu demais e confesso que como sempre gostei de terror e suspense, o livro não me deu medo, mas sei que para quem é medroso pode ser diferente, mas podem ter a certeza que é um ótimo livro, pois devorei ele em três dias, isso porque não tive muito tempo para ler.




Ida Eastfield está em pânico por essas crianças ter ido morar com ela, tentou até convencer seu pai a leva-las de volta à Londres, mas não teve jeito, ele falou que não tinha condições para cuidar das duas e não tirou elas de lá. Mas o que as duas crianças não sabem é que Ida guarda alguns segredos terríveis sobre a casa em que mora, pois é muito antigo e foi passada de geração em geração até ficar com ela, essa casa está muito mal cuidada, praticamente caindo aos pedaços. Ida não tem a menos ideia que Cora começou a ver e ouvir coisas dentro da casa e que começou a tentar descobrir esse segredo.
Não posso contar muito sobre esse segredo, mas o que posso falar para vocês é que nesse livro crianças desaparecem misteriosamente, crianças pequenas de até uns quatro ou cinco anos no máximo. Pois nesse vilarejo e nessa casa tem uma maldição muito antiga que faz com que essas crianças desapareça, e nunca ninguém volta à vê-las novamente.
Será que Cora vai descobrir o que esta acontecendo e desvendar todo esse mistério em volta de sua tia-avó?? Claro que não vou contar, leiam o livro se gostam de uma bela e boa história de terror.
Foi um dos melhores livros que já li este ano, nele vemos diferentes pontos de vista, o de Cora, de Roger e da Sra Ida Eastfield, sempre passando de um para o outro.
Confesso que estou órfã da história, simplesmente maravilhosa, muito bem escrita e muito intrigante, pois queremos saber o que está acontecendo.

Vou deixar aqui a música que Cora estou alguém cantando dentro da casa....

Disse meu lorde a milady, ao seu cavalo montar.
¨Cuidado com Long Lankin, que no musgo costuma morar¨
Disse meu lor de milady, ao se afastar.
¨Cuidado com Long Lankin, que no feno costuma morar¨
¨Deixe todas as portas aferrolhadas e todas as janelas trancadas,
Cuide para nem um buraco deixar no qual um rato possa se esgueirar.¨
  As portas foram todas aferrolhadas e as janelas todas trancadas,
Exceto uma janelinha, por onde Long Lankin tratou de entrar.
¨Onde está o dono desta casa?¨, perguntou Long Lankin.
¨Viajou para Londres¨, respondeu a falsa ama-seca.
¨Onde está o herdeiro da casa?¨, perguntou Long Lankin.
¨Adormecido no berço¨, respondeu a falsa ama-seca.
¨Vamos furá-lo, furá-lo todinho com um alfinete,
E isso fará com que milady desça para o pequeno acolher.¨

E ai o que acharam da resenha de hoje???
Beijus
Camila Mazzetto

1 comentários:

Amanda T. disse...

Interessante! O problema é que sou muito medrosa kkkk mesmo os bons, eu cismo pra ler. Quem sabe um dia...

Beijokas
escolhasliterarias.blogspot.com.br

Postar um comentário

 

Leituras da Cá Copyright © 2009 Girl Music is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez