24/07/2013


Resenha: Extraordinário

1
Olá pessoal, como estão???
Muito frio ai pra vocês??? Estou congelando, detesto esse frio todo....kkkkkk
E hoje com esse friozinho nada melhor do que uma resenha nova para vocês, e o livro da vez é Extraordinário!
Vamos conferir...


Extraordinário

Edição: 1
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580573015
Ano: 2013
Páginas: 320
Tradutor: Rachel Agavino
Skoob: 5/5 Clique Aqui




Todos que acompanham o blog, sabe que esse foi o livro escolhido no ¨Você Escolhe a Leitura¨, e não poderia ter sido uma escolhe melhor.
Comecei a ler com bastante expectativa por essa leitura, pois ouvi dizer muito bem do livro, August é um menino que não teve muita sorte com a genética, ele mesmo na sua narrativa prefere não se descrever, pois é muito feio e seria muito ruim sabermos como ele é.
Eles sempre ficou em casa com sua mãe, seu pai, sua irmã mais velha Olivia, todos a chamam de Via e sua cachorrinha Dayse, suas aulas foram sempre em casa com sua mãe, e tudo muda na sua vida quando ela conta uma novidade ao August, já está na hora dele entrar para uma escola de verdade.
Logo de inicio August não gosta muito da ideia, mas depois de visitar a escola e conhecer três prováveis amigos Jack Will, Julian e Chalotte, ele acaba concordando com a sua ida para a escola, mesmo sabendo que nada seria fácil para ele, já que desde muito pequeno sempre conviveu com o preconceito de todas as pessoas que o viam na rua com sua mãe.
Na minha opinião August é um menino muito corajoso e tem total noção da sua realidade, afinal de contas, vamos ser sinceros, se você visse esse menino na rua ou mesmo na escola, como o rosto totalmente deformado, sua primeira reação seria não querer ficar perto ou ficar surpreendido com isso. Acho que não podemos ser tão hipócrita para dizer que não, que com certeza iriamos ficar ao seu lado como se fosse ¨normal¨.
Na escola August enfrenta vários problemas, como o preconceito e que ninguém quer ficar ao seu lado, Julian começa a mostrar que não quer ser seu amigo e que quer fazer com que todos não sejam amigos de Auggie, apenas Jack Will fica ao seu lado a principio, mas logo ele conhecer Summer, uma garota que começa a sentar ao seu lado no almoço, e eles se tornam bons amigos.
Jack Will no primeiro momento começou a amizade com Auggie porque o Sr. Buzanfa (isso mesmo você não esta lendo errado e eu não escrevi errado) o diretor da escola pediu a ele que se tornasse amigo de Auggie para que as coisas fosse mais fáceis para ele, mas com o passar do tempo Jack acaba gostando dessa amizade e descobre que Auggie pode ser muito engraçado quando quer.
Também temos no livros os pontos de vista da irmã de Auggie, Via, ela sempre amou demais ser irmão caçula, mas até ela que é muito próxima ao irmão acaba com alguns conflitos internos com ela mesmo.
O livro é simplesmente perfeito, adorei  a leitura e posso dizer que foi muito rápida, li em dois dias, afinal não tenho muito tempo para ler, um livro que faz todos nós refletir um pouco sobre o desconhecido, que pode sim assustar, mas que na realidade não passa tudo de um engano. Não vou falar que preconceito não existe, pois existe e muito, eu mesmo quando era criança, pelo simples fato de usar óculos sofri muito, hoje chamamos de bulling, mas antigamente ninguém percebia isso, mas eu me chateava do mesmo jeito.
Uma leitura muito recomendada e com certeza cinco estrelas, me emocionei muito com August e ainda mais com sua cachorrinha Dayse, infelizmente não posso falar o porque, vão ter que ler.
A narrativa desse livro é ótima e temos diferentes pontos de vista, a do próprio August, de sua irmã Via, de seu amigo Jack entre outros.
Não é fácil estar em uma escola com várias crianças te olhando ao mesmo tempo, algumas fizeram com Auggie o jogo de ¨pegar a praga¨se encostar nele, uma referência ao livro Diário de um Banana, onde temos o toque do queijo, acho que é isso, me corrijam se eu estiver errada. Mas Auggie sabe como lidar e começa a ignorar essas pessoas, apesar de ser difícil para ele, como seria para todos nós.
Um leitura super recomendada, não deixe de ler Extraordinário, onde você vai se encantar pelo personagem principal e começar a ver pessoas diferente de um jeito diferente.


SEUS FEITOS SÃO SEUS MONUMENTOS.

Esse preceito significa que deveríamos ser lembrados pelas coisas que fazemos. Elas importm mais do que tudo. Mais do que aquilo que dizemos ou do que nossa aparência. As coisas que fazemos sobrevivem a nós. São como os monumentos que as pessoas erguem em honra dos heróis depois que eles morrem. Como as pirâmides que os egípcios construíam para homenagear os faraós. Só que, em vez de pedra, são feitas das lembranças que as pessoas têm de você. Por isso nossos feitos são nossos monumentos. Construídos com memórias em vez de pedra.    (opinião de August sobre o preceito do professor Sr. Browne) Pág.: 72

E ai pessoal, o que acharam da resenha de hoje??? Deixe seu comentário...
Beijus
Camila Mazzetto

1 comentários:

Livroterapias disse...

Esse livro é simplesmente perfeito!
Também adorei os preceitos!
Beijinhos
Rizia - Livroterapias

Postar um comentário

 

Leituras da Cá Copyright © 2009 Girl Music is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez